Câmara busca parceria com Estado para políticas PCD

20210909 pcd spVereadores e entidades da cidade estiveram em São Paulo para conversar com Célia Leão, secretária da Pasta de Direitos da Pessoa com Deficiência.

 

Vereadores da Câmara de Hortolândia estiveram na manhã desta quarta-feira (08 de setembro) na Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD) para trazer políticas públicas para a cidade de Hortolândia. Vereadores, Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, AMAAH (Associação de Mães e Amigos dos Autistas de Hortolândia), Pernas Voluntárias e CADEFI (Centro de Apoio ao Deficiente Físico) se reuniram com a secretária da pasta, Célia Leão.

A visita mostrou à secretária os trabalhos que têm sido realizado na cidade, o trabalho do Conselho Municipal, da AMAAH e do CADEFI, além das atividades esportivas desenvolvidas pelo Pernas Voluntárias. A secretária ficou muito satisfeita com o total engajamento do Poder Legislativo nos direitos da Pessoa com Deficiência, e comemorou o funcionamento do Conselho. “Muitas ações que desenvolvemos aqui na Secretaria só são liberadas para cidades onde o Conselho está ativo e trabalhando. E é muito importante lembrar que ele é consultivo, fazendo o papel de prover informações ao Poder Legislativo e ao Poder Executivo que são deliberativos”, comentou Célia.

Célia Leão falou da importância do envolvimento do Poder Legislativo na causa das Pessoas com Deficiência por ser uma causa que nunca se esgota, pois a deficiência exige acompanhamento sem fim. O presidente da Câmara, Paulo Pereira Filho, o Paulão (PL), falou sobre a importância do Poder Legislativo nessa luta. “Percebemos que essa causa é tão importante que decidimos montar uma Comissão sobre o assunto, para conseguirmos dimensionar as ações necessárias e trabalhar para que elas sejam implementadas na cidade, trazendo bem-estar para a população PCD”, explicou Paulão.

As entidades presentes falaram da importância de seus trabalhos, da necessidade de sedes próprias para poder ampliar o atendimento e de como os programas oferecidos atendem a população de Hortolândia e região. “Temos muitas necessidades na cidade, muitas pessoas perdidas com diagnósticos, e buscamos o acolhimento, para que essas pessoas se sintam ouvidas, tirando-as do isolamento”, comentou a presidente do Conselho e da AMAAH, Priscila Silvana de Paula Silva, que é mãe de um menino autista de 12 anos.

Também foi mencionado pelo vereador Clodoaldo Santos da Silva (MDB) que Hortolândia está em fase final de criação da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). “Queremos com o trabalho da Comissão dar uma resposta para a população e fazer chegar a eles políticas públicas. Também estamos finalizando o processo de criação da APAE, que era o antigo CCART, e esperamos poder realizar parcerias com a Secretaria”, falou o vereador.

Políticas Públicas

Célia Leão falou durante a reunião sobre algumas políticas públicas que estão sendo implantadas pela SEDPcD no Estado de São Paulo. Uma das mais importantes é o Calçadas Acessíveis, o Governo do Estado disponibilizará recursos para adaptação das calçadas das regiões centrais das cidades paulitas. Outro importante é a instalação de parquinhos adaptados para crianças com deficiência, que tem custo de R$ 100 mil e pode ser feito através de emendas parlamentares. Mas o que deixou os presentes mais empolgados foi o projeto que capacita professores de educação física para a implantação de esportes adaptados para crianças com deficiência focando o esporte paraolímpico. Hortolândia poderá se candidatar para receber todos os programas citados acima.

Pedidos

Durante o encontro, foi entregue à secretária um ofício com as principais necessidades da cidade. No documento elaborado pela Câmara de Hortolândia é solicitado à SEDPcD um suporte para a implantação de um cadastro PCD; Projeto de Informação e Empregabilidade Inclusivo; realização de mutirão de laudo caracterizador de deficiência PCD;/ implantação de academia de esporte adaptado; além da destinação de um automóvel, tipo Sprinter, adaptado para transporte de PCDs dentro de Hortolândia.

Estiveram presentes na reunião os vereadores Aldemir Clemente (PODEMOS), Derli de Jesus Athanázio Bueno (MDB), Edivaldo Souza Araújo (PSD), Enoque Leal Moura (MDB), o secretário de Habitação de Hortolândia e presidente do PSDB na cidade, Rogério Mion, a presidente e fundadora do Instituto Pernas Voluntárias, Cristiane Rocha, o presidente da CADEFI, Paulo Novaes Zeferino, a vice-presidente da AMAAH, Rozângela Ribeiro Rocha, vice-presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de Hortolândia, Nicéia Tenório, além de integrantes da SEDPcD.

RUA JOSEPH PAUL JULIEN BURLANDY, 250 - PQ. GABRIEL - HORTOLÂNDIA/SP - CEP 13186-620 - TEL(19) 3897-9900

Horário de Atendimento ao Munícipe - De segunda a sexta-feira das 08:00 às 17:00 horas